PAPEL DE PAREDE NA DECORAÇÃO…

 em Meu sofá, Minha Casa

Sinônimo de modernidade e sofisticação o papel de parede não é bem uma novidade, diferente do que pensamos o papel de parede é bem antigo, ele surgiu há aproximadamente 200 anos antes de Cristo na China, ele era feito em papel de arroz totalmente branco sem qualquer tipo de detalhe decorativo. Posteriormente, ele passou a ser produzido em pergaminho vegetal, ganhando cores e motivos. As pinturas do papel eram feitas à mão por artesãos, na sequencia surgiram os carimbos de madeira decorativos, que eram embebidos em tinta para transferir os desenhos. As tiras resultantes desse trabalho eram então coladas nas paredes, em substituição das originais que ornavam os palacetes da época.

A Europa passou a ter mais contato com a China a partir dos séculos XVI e XVII, e o papel de parede surgiu no continente europeu pelas mãos de comerciantes árabes, que aprenderam com os chineses a sua produção. Passou a ser usado para decorar parte das paredes, janelas e portas, substituindo as telas e as tapeçarias.
Com o passar do tempo a indústria de tintas evoluiu e o papel de parede foi sendo abolido, mas novamente a tecnologia entrou em ação trazendo realismo e cores em 3D com temas diversificados, além de papeis de paredes emborrachados ou vinilicos que podem ser utilizado em praticamente todos os ambientes ele é uma solução pratica e rápida para renovar o ambiente. Vamos nessa?

O Ideal é pensar em um tema adequado para cada tipo de ambiente saber que é possível utilizar papel de parede no LAVABO e na COZINHA também a dica é escolher paredes distantes da umidade da pia ou do fogão para que o papel de parede não estrague com facilidade.

Na hora de escolher o tema é interessante pensar na composição do ambiente e escolher apenas uma parede de destaque para aplicar o papel, Não é muito recomendável utilizar em varias paredes, pois cansa com passar do tempo, principalmente se for geometria abstrata a sensação será da sala está se movimentando o tempo  inteiro causando desconforto visual.

Caso queira fixar em varias paredes opte por papeis mais básicos e suaves que lembram textura. TIPOS:
– Papeis de paredes geométricos ou com arabescos são mais contemporâneos e descolados.
– Papeis de parede florais são mais suaves e delicados, beirando ao romantismo.
– Papeis de parede Listrados são um clássico exatamente por isso mais sérios e dependendo da cor e espessura da linha muda totalmente podendo beirar a um Náutico Temático.
– Existem papeies com motivos específicos como tijolinho aparente, filete de pedra São Tomé, Cimento queimado que são ótimos para decoração Rustica, Contemporânea ou Industrial respectivamente.

Lembrando uma questão extremamente importante, pra que o acabamento fique impecável, a parede tem de estar sem porosidade ou defeitos, então seja estratégico na hora de escolher a parede, tanto em relação ao estado dela quanto a posição. Na sala opte pela parede atrás do sofá e no quarto a atrás da cama, pois são paredes que posiciona mobiliários importantes dando mais destaque e harmonia ao espaço.

ATENÇÃO: Evite papeis temáticos na parede da TV, pois cansa a visão facilmente  já que o foco ali deve ser a tela.

Então se quiser renovar sua sala sem sujidades, de maneira prática e rápida, Vai de papel de parede.

Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar