7 erros comuns na hora de decorar seu lar

 em Minha Casa

Essa dica foi feita especialmente pra você que já se frustrou na hora de decorar a sua casa e o que seria  pura felicidade acabou se tornando um monstro na sua mente, com isso você  se sente  desmotivado e totalmente sem animo para recomeçar , pois a ultima experiência foi  bem desagradável mesmo pesquisando tudo na internet, nada se encaixou, deu tudo errado.

Então Vamos lá, Chega de  desanimo, Nós vamos te ajudar com essa super dica evitando os 7 erros mais comuns na hora de decorar sua sala.

 1- FALTA DE UM PROJETO 

Ao contrário do que parece, projetar não é gastar dinheiro em vão  e sim um investimento assertivo, já que você sabe exatamente como seu espaço vai ficar antes mesmo da obra começar. Fora que um profissional da área vai trabalhar se acordo com a sua realidade com opções práticas e funcionais sem abrir mão da beleza aliada a sua personalidade. Caso a grana esteja realmente escassa pense bem antes de sair quebrando ou doando itens. E não caia na tentação de comprar um belo sofá aqui, uma bela mesa ali, um maravilhoso home acolá, pois todas essas peças podem ser lindas isoladamente, porém a composição entre elas pode não ser nada harmônica. Uma saída  prática e simples é fazer um moodboard (painel de referências para representar um conceito visual do seu projeto) como no exemplo abaixo.  

Assim você terá noção se seu ambiente ficará atrativo e aconchegante com peças que harmonizam numa paleta especifica.

2- INVESTIR EM  ITENS DE BAIXA QUALIDADE

Sabe aquela boa  e velha frase “O barato sai caro”, pois é, na hora de comprar um item novo pra casa devemos levar em consideração a qualidade do produto para investir em bens duráveis, fuja  de promoções mirabolantes e evite comprar alguns elementos pela internet, para não comprar gato por lebre, todo cuidado é pouco com promoções relâmpagos com custo duvidosos. Outra questão é o faça você mesmo, só se arrisque a fazer alguma reforma de pintura ou aplicar um papel de parede se você  tiver talento para trabalhos manuais e o principal paciência, pois é muito comum iniciarmos um trabalho com toda delicadeza e zelo e no meio do caminho finalizar de qualquer jeito porque estamos cansados, ai o resultado é desastroso.  O mesmo vale para reformar  algum móvel antigo, na dúvida pesquise um bom profissional que se encaixe no seu orçamento.

Agora, se a intenção é mesmo comprar peças novas, nessa hora analise bem a qualidade, pense sempre no custo benefício dessa aquisição.

Vale  muito a pena investir mais em móveis como:

SOFÁ – Analise  sempre o conforto e durabilidade, ele é a principal peça da sala e um sofá desproporcional e desconfortável acaba com o prazer de passar boas horas largado no sofá;

COLCHÃO – Analise o conforto e a proporção, não tem nada pior do que um colchão não adaptado ao seu biótipo ou espaço;

MESAS – Analise a medida e formato, saiba que não é errado a mesa estar encostada a parede, nem sempre uma 4 lugares quadrada é a solução para o espaço, há casos que uma retangular resolve muito bem.

Analisando a necessidade e a qualidade investiremos nas peças corretas evitando conflitos e gastos desnecessários.

 3- NÃO DEFINIR O QUE É PRIORIDADE

Quando vamos redecorar, temos que pensar no que é prioridade no espaço,  como por exemplo se você é ligado em filmes e series, precisa de um sofá confortável e uma TV de qualidade com boa definição;

Outra questão é se você não tem quarto de hospedes, um sofá cama pode salvar sua vida quando receber um ente querido, lembrando que receber bem é uma arte.

Já para os amantes de leitura uma poltrona confortável em um cantinho aconchegante com uma bela luminária é fundamental.

Esses são só alguns exemplos, do que seria ter uma lista de prioridade, mas quem define isso é você e seus familiares, então o ideal é ter um bom bate papo e chegar em um consenso antes de sair comprando peças por impulso, pense na mudança como um bom investimento durável e não, como algo descartável.

 4- COMPRAR SÓ PORQUE ESTÁ NA TENDÊNCIA

Comprar um mobiliário que está em evidencia, pode ser desastroso, Não quero dizer com isso  que você não deve acompanhar as tendências e  se basear nelas, mas sim que ter cautela é primordial, pois sua casa tem de ter a sua personalidade.

As peças da moda podem ser visualmente fantásticas, mas a decoração precisa falara mais sobre os moradores da casa, se nos deixarmos levar pela emoção com passar dos dias a peça dos desejos pode se tornar um incomodo e ai o arrependimento bate profundamente. Então reflita, pense se essa peça te traz a sensação que você quer por um longo período ou se está agindo por puro impulso e ai defina se realmente vale a pena.

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar